Skip to content

Especial Anne Rice


anne rice copy

.

Aqui está o especial Anne Rice.  Nós não deixaríamos ela de fora de um blog sobre vampiros né?  Eu só precisei de uma ajuda de uma das colaboradas, O+giver!  E abaixo está o fruto do trabalho dela.

Enjoy!

Fangy kisses,

Sucker.

.

Especial Anne Rice


ANNE RICE

.

Se Bram Stoker é o pai dos vampiros, então Anne Rice com certeza é a mãe! Grande parte dos mitos existentes hoje foram criados por ela, e nossos queridos vampiros passaram a ser muito mais glamurosos com suas histórias, então, nada mais justo que falar um pouquinho dela!

Seu nome verdadeiro na verdade é Howard Allen Frances O´Brien, um tanto estranho não!? Ainda bem que decidiu trocar!!

Anne sempre disse que desde a infância se sentia diferente das outras crianças, não se encaixava em lugar algum, estava sempre sonhando, em outro mundo. Sua vida foi marcada por várias tragédias; perdeu sua mãe, dependente alcoólica, aos 14 anos, depois de dois anos, seu pai se casou e eles mudaram-se para o Texas, onde conheceu seu futuro marido, Stan Rice – poeta e pintor.

Precoce, a garotinha já com 20 anos escreveu seus primeiros contos, cheios de sexo e erotismo. Seu primeiro livro foi lançado em 1976 com o título Interview with the Vampire, sendo este o primeiro da série Crônicas Vampirescas, e também seu livro de maior sucesso. Aqui Anne retrata sua filha (que morreu de leucemia) na personagem de Claudia, que é obrigada a viver eternamente como criança; ela escreveu também outras séries com a temática sobrenatural, com seres mágicos, bruxas, demônios etc.

Dois de seus livros, bem na verdade três, se tornaram filmes. Entrevista com o vampiro, claro, que foi um sucesso estrondoso, bem produzido e acompanhado de perto pela escritora, que se tornou um dos filmes mais assistidos em todos os tempos; a outra adaptação foi dos livros O Vampiro Lestat + A Rainha dos Condenados, bem.. aí já é outra história, fizeram um filme juntando esses dois livros, dá pra imaginar a caca que isso virou, of course que Anne não participou da produção, tanto que seu lançamento foi um fiasco de crítica.

Em 2002 seu marido morre de um tumor cerebral, e em 2005 Anne declarou que deixaria de escrever sobre vampiros (para nossa profunda tristeza) e passou a se dedicar a outros gêneros literários, que cá entre nós não me apetece muito.

.

Seguem as séries escritas por Anne até hoje:

.

Série Crônicas Vampirescas

  • Interview with the vampire (1976) / Entrevista com o vampiro
  • The Vampire Lestat (1985) / O Vampiro Lestat
  • The Queen of the Damned (1988) / A Rainha dos Condenados
  • The Tale of the Body Thief (1992) / A História do Ladrão de Corpos
  • Memnoch The Devil (1995) / Memnoch
  • Armand (1998) / O Vampiro Armand
  • Merrick (2000) / Merrick
  • Blood and Gold (2001) / Sangue e Ouro
  • Blackwood Farm (2002) / Fazenda Blackwood
  • Blood Canticle (2003)/Cânticos de Sangue

.

Série Novos Contos de Vampiros

  • Pandora (1997) / Pandora
  • Vittorio the Vampire (1998) / Vittorio, o Vampiro

.

Série Bruxas Mayfair

  • The Witching Hour (1990) / A Hora das Bruxas I e II
  • Lasher (1993) / Lasher
  • Taltos (1994) / Taltos

.

Série Beauty

(todos como A. N. Roquelaure)

  • The Claiming of Sleeping Beauty (1983)/ O Sequestro da Bela Adormecida
  • Beauty’s Punishment (1984)/ O Castigo da Bela adormecida
  • Beauty’s Release (1985)/ A Libertação (ou “liberdade”) da Bela Adormecida

.

Romances únicos

  • The Feast of All Saints (1979) – A Festa de Todos os Santos
  • Cry to Heaven (1982) – Chore para o Céu
  • Exit to Eden (1985)(como Anne Rampling)
  • Belinda (1986) (como Anne Rampling)
  • The Mummy (1989) – A Múmia ou Ramsés ,o maldito
  • Servant of the Bones (1996) – O Servo dos Ossos
  • Violin (1997) – Violino
  • The Master of Rampling Gate (2002) – O Senhor de Rampling Gate (Publicado no Brasil no livro “Os 13 Melhores Contos de Vampiros”, de Flávio Moreira da Costa)
  • Christ The Lord: Out of Egypt (2005) – Cristo, O Senhor: a Saída do Egito
  • Christ The Lord: The Road to Cana (2009) – Cristo, O Senhor: O Caminho para Caná
  • Called Out of Darkness (2008)

.

.

Crônicas Vampirescas

Esta é a série clássica de Anne Rice e claro a mais interessante, tem 10 livros, narrando a história dos vampiros lindos e maravilhosos: Lestat de Lioncourt, Louis de Pointe du La, Armand, Marius de Romanus e Claudia, entre outros.

.

Entrevista com o Vampiro

De longe seu maior sucesso, ela disse que escreveu este livro em apenas uma semana (um prodígio, não?), logo depois da morte de sua filha Michele, que tinha somente 5 anos e sofreu muito até morrer por leucemia. Podemos ver suas características marcantes na personagem da vampira Claudia transformada por Lestat.

Só para deixar claro, Louis não é o personagem principal da série! Tudo bem que o Brad Pitt é lindo e maravilhoso, mas lendo os livros verão que o Lestat é o cérebro e a alma de toda história… bem, mas voltando ao primeiro livro da série, Louis conta ao repórter Daniel Molloy sua história; como foi seu encontro e convivência com Lestat e como transformou-se em um vampiro no século XVIII em New Orleans (Louisiana sem dúvida é o Estado dos vampiros nos EUA!).

Ao contrário de todos os vampiros do livro, Louis recusa-se a perder suas características humanas, é cristão e luta para sobreviver sem tirar a vida de seres humanos, alimentando-se no início somente de animais (e eis que surge a primeira tentativa de um vampiro “vegetariano”!!). Um dia, porém, não resiste e morde uma garotinha, Claudia. Lestat, ao descobrir, fica tão empolgado, e acaba a transformando em vampira.

Os dois tornam-se muito amigos, sendo um a razão de ser do outro, mas Claudia não é feliz, porque ela  amadurece e torna-se adulta, mas fica eternamente presa no corpo de uma menina. Lestat, enciumado da relação dela com Louis e também farto de suas “crises existenciais”, se afasta dos dois. Claudia considera que ele é um peso a ser eliminado, e então assassina-o. Para comemorar, ela marca com Louis uma viagem para a Europa. Mas logo antes de embarcarem, para surpresa e pânico de ambos, eles descobrem que Lestat na verdade não morreu.

Em Paris, Louis conhece Armand, o líder de um grupo de vampiros, e espera que ele, já que é provavelmente o mais velho vampiro existente, dê algumas respostas, o que descobre não ser possível. Logo após, o grupo que Armand lidera assassina Claudia, levando Louis a uma fria vingança que não poupa ninguém, a não ser o próprio Armand.

.

ENTREVISTA COM O VAMPIRO BOOK

.

O filme

.

O filme é bem fiel ao livro, foi acompanhado pela escritora que tentou fazer com que fosse o mais detalhado possível. Chegou aos cinemas em 1994, nossa… é nesses momentos que vemos quanto tempo já passou e que estamos ficando velhos! que horror!! hehe

Anyway, o filme conta com Tom Cruise interpretando Lestat de Lioncourt, Brad Pitt como Louis de Pointe du Lac, Antonio Banderas como Armand, Kirsten Dunst como Claudia e Christian Slater como Daniel Molloy, o repórter.

.

  • Recebeu 2 indicações ao Oscar, de Melhor Direção de Arte e Melhor Trilha Sonora.
  • Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro, de Melhor Atriz Coadjuvante (Kirsten Dunst) e Melhor Trilha Sonora.
  • Ganhou o Framboesa de Ouro de Pior Dupla (Tom Cruise e Brad Pitt), que terminou empatada com Sylvester Stallone e Sharon Stone, por O Especialista.

.

ENTREVISTA COM O VAMPIRO

.

Curiosidades

.

Quando Anne Rice escreveu o roteiro de Entrevista com o Vampiro ela tinha pensado em chamar o ator Rutger Hauer para interpretar o vampiro Lestat. Quando soube da contratação de Tom Cruise para o papel, Rice declarou estar profundamente desapontada com a escolha e que não acreditava que Cruise conseguiria dar a força dramática necessária ao personagem. Entretanto, após assistir ao filme concluído, a escritora voltou atrás e divulgou um pedido público de desculpas pelo julgamento antecipado de Tom Cruise feito por ela.

O entrevistador do filme seria o ator River Phoenix, o que apenas não ocorreu devido à sua morte antes do início das filmagens. O ator Leonardo DiCaprio chegou a ser sondado para o papel, mas o personagem terminou ficando com Christian Slater, que doou seu cachê por completo às instituições de caridade prediletas de River Phoenix.

A atriz Christina Ricci fez testes para a personagem Claudia e mais uma vez perdeu para Kirsten Dunst.

Em algumas cenas Cruise atuou em cima de uma plataforma/ elevador, que o elevava a uma altura que diminuísse a diferença de tamanho entre ele e os demais atores que interpretaram vampiros no filme. Como é duro ser baixinho minha gente!! Hehehe

.

.

O Vampiro Lestat

Segundo volume das Crônicas Vampirescas, publicado em 1985, um dos grandes clássicos de Anne Rice, o livro conta a história do vampiro Lestat de Lioncourt, um dos personagens mais charmosos, perturbados e carismáticos da autora, desde seus dias como humano morando no castelo de seu pai quando era um aristocrata,  passando por seu encontro com o vampiro que o transformou contra sua vontade, até o encontro com Akasha. Descreve também sua vida por todos esses séculos e como se transformou em um ídolo de rock (pois é!! rs).  A partir daí a história continua no livro A Rainha dos Condenados.

.

VAMPIRE LESTAT

.

.

A Rainha dos Condenados

Em A Rainha dos Condenados, a escritora descreve vampiros para todos os gostos. Jovens e delinqüentes, como Baby Jenk, da Gangue das Garras, românticos como Armand e Daniel, estudiosos como Jesse, que investiga para a organização conhecida como Talamasca, a história desses seres estranhos, imortais misturados entre mortais, para quem sangue, sexo e morte são elementos necessários do dia-a-dia.

Reunidos em torno de Lestat, eles respondem ao chamado de sua música quase hipnótica e correm, um perigo difícil de evitar. É que o som de Lestat desperta Akasha, a mãe dos vampiros, a encarnação da força maléfica feminina, disposta a escolher os justos, entre os vampiros, através de um banho de sangue. Anne Rice prova em A Rainha dos Condenados saber fazer em literatura o que Lestat faz em música.

.

Arainhadoscondenados

.

O filme

De fato não é lá grande coisa, se quiser assistir por curiosidade, go ahead, mas já informo que é bem podre!! Eles misturaram a história de O Vampiro Lestat com A Rainha dos Condenados. Preciso fazer uma observação aqui, o segundo livro da série é simplesmente gigante, eu pesquisei ele esses dias e o livro tem quase 500 páginas e A Rainha dos Condenados tem mais outras 500 páginas também!!! Como é que eles achavam que iam fazer algo descente juntando os dois livros assim?  Bom, enfim… Tem gosto pra tudo!

.

No elenco você encontra os atores:

  • Stuart Towsend (Lestat de Lioncourt)
  • Marguerite Moreau (Jesse Reeves)
  • Aaliyah (Rainha Akasha)
  • Vincent Perez (Marius)
  • Paul McGann (David Talbot)
  • Christian Manon (Mael)
  • Claudia Black (Pandora)
  • Bruce Spence (Khayman)
  • Matthew Newton (Armand)

.

Resumo: O vampiro Lestat (Stuart Towsend) reinventou a si mesmo e agora é uma grande estrela do rock contemporâneo nos Estados Unidos. Sua música acaba despertando Akasha (Aaliyah), a rainha de todos os vampiros, cujo poder é tão grande que para combatê-la todos os vampiros da face da Terra precisarão se unir a fim de evitar sua própria extinção. Mas assim como a música de Lestat inspira Akasha, que deseja fazer dele seu rei, ela também faz com que Jesse (Marguerite Moreau), uma jovem fascinada pelo lado negro da vida, se apaixone por Lestat.

.

rainha dos condenados

.

.

A História do Ladrão de Corpos

Neste 4º livro das Crônicas Vampirescas, Lestat, recebe uma proposta tentadora: ser humano outra vez, com todos os cinco sentidos alertas, comendo e bebendo a luz do sol, para isso ele tem que trocar de corpo com uma outra pessoa.

O enredo torna-se mais denso quando o ladrão de corpos decide não devolver o corpo de Lestat, de forma que este desprovido de poderes tem que recorrer aos seus amigos em busca de ajuda. Rapidamente acaba por ser socorrido pelo seu grande amigo David e juntos envolvem-se numa aventura para vencer os poderes sobrenaturais que o corpo de vampiro possui.

.

LADRAO DE CORPOS

.

.

Memnoch

Traz as desventuras de seu mais famoso vampiro, Lestat de Lioncourt, que, após matar Roger, um traficante de grande poder, acaba encontrando-se com o próprio Príncipe das Trevas, Memnoch, que o convida para ser o próximo herdeiro do trono infernal. O que atrapalha os planos de Mennoch são os vampiros aliados de Lestat, Louis de Point du Lac, Armand, David e Dora, a bela jovem que ele conheceu, filha do traficante que assassinou.

Neste livro, Lestat conhece o Firmamento e o Inferno, o Purgatório e a verdadeira história de Memnoch, um anjo caído que, há tempos, foi um dos preferidos de Deus. Foi punido com a queda por envolver-se de forma carnal com uma mortal.

Este é um dos livros menos conhecidos das Crônicas Vampirescas. Ele não é a continuação de qualquer um dos outros livros, o que torna mais vantajoso, antes de lê-lo, conhecer bem as histórias de Louis, Armand e David. Ele foi lançado em 1995 e chegou ao Brasil em 1997.

.

MEMNOCH

.

.

O Vampiro Armand

Este volume das crônicas vampirescas é todo dedicado ao vampiro Armand, a personagem ao mesmo tempo angélica e diabólica que teve um papel importante no primeiro livro da série, o clássico “Entrevista com o Vampiro”.

O livro acompanha a trajetória do vampiro desde sua infância em Constantinopla até ao clímax, nos fatos já citados pelo vampiro Lestat.

Neste momento é importante ressaltar que embora maravilhoso, o Antonio Bandeiras não tem nada a ver com a descrição da escritora no livro, ela descreve Armand com feição de garoto, rosto de querubim, corpo frágil, entre outros, cá entre nós características completamente adversas do ator. Desde sua primeira aparição em Entrevista com o Vampiro, Armand não tinha merecido grandes elaborações por parte da autora, ou arroubos de público (a não ser no escurinho do cinema, crédito do sex symbol Banderas). Com este livro, Anne Rice faz justiça a um personagem muito mais complexo e interessante do que o choramingas Louis e, em alguns aspectos, até do que o controvertido Lestat, e isto em grande parte, à idade de Armand, que é velho pra chuchu.

Nascido em Kiev, dotado de um fantástico talento para as artes, o garoto Andrei acaba prisioneiro dos tártaros e é vendido como escravo. Depois de comer o pão que o diabo amassou, é comprado por Marius, um poderoso mecenas e artista italiano. Para os fãs de Anne Rice, Marius não guarda surpresas – parte de sua história de milênios já foi contada em O Vampiro Lestat.

Na Veneza renascentista, o talento de Andrei – agora chamado Amadeo – se desenvolve, assim como a descoberta do luxo e dos prazeres (em homossexualidade sutilmente apresentada, como em TODOS os livros das Crônicas). Quando Amadeo está às portas da morte por envenenamento, o amor de Marius leva diretamente à sua transformação. Como vampiro, Amadeo renasce, a separação entre o garoto e seu mestre é trágica e leva Amadeo à Paris do século dezenove. Acreditando que Marius está morto, o agora chamado Armand se envolve com a decadente sociedade vampírica local, tornando-se mais tarde o amargo e cínico líder do Teatro dos Vampiros. É também em Paris que Armand conhece Lestat, com quem manterá relacionamento de amor e ódio.

Anne Rice aproveita-se da oportunidade para dar dicas do paradeiro de Lestat na atual Nova Orleans, o que sugere que a autora ainda não tinha desistido de retomar as aventuras de seu personagem mais famoso. Mas The Vampire Armand também a redime pelas baboseiras de Memnoch The Devil, rejeitado até por seus fãs mais ardentes. Sabiamente, ela deixou de lado o delírio religioso para concentrar-se no fascinante universo vampírico. Depois de mandar Lestat em peregrinação turística pelo Céu e Inferno, só podia mesmo melhorar.

.

O VAMPIRO ARMAND

.

.

Merrick

Anne Rice mescla vampiros e bruxas ligadas ao vodu neste novo romance. Merrick é uma bruxa sedutora e poderosa que conta sua saga para David Talbot, um estudioso do ocultismo que foi transformado em vampiro. Ela tenta trazer a vampira Cláudia, uma mulher presa a um corpo infantil, de volta à vida a pedido do vampiro Louis.

.

MERRICK

.

.

Sangue e Ouro

Dando seqüência às crônicas vampirescas, Anne conta a história de dois de seus fascinantes personagens, Marius e Thorne, poderosos Filhos das Trevas. O primeiro deseja vingança contra um antigo inimigo, enquanto o segundo anseia pelo reencontro com sua criadora. Revelando o sombrio mundo dos seres imortais, Sangue e ouro abordam os sofrimentos da vida eterna. Oh, como é difícil ser imortal, não???

.

SANGUE E OURO

.

A Fazenda Blackwood

Nesse livro, a história gira em torno de Tarquinn Blackwood, um jovem sedutor e excêntrico, único herdeiro de uma imensa propriedade que leva o nome de sua família e que é assombrada por fantasmas e outras criaturas. Entre as assombrações está Goblin, um espírito manipulador e poderoso que controla Tarquinn desde a infância e cujo poder e fúrias se intensificam depois que o jovem é transformado em vampiro. Atormentado, Tarquinn decide procurar o famoso vampiro Lestat em Nova Orleans e pedir sua ajuda. A fim de que Lestat saiba como agir, o rapaz conta para ele a saga da família Blackwood, uma narrativa que leva o leitor da Nova Orleans dos dias de hoje até a antiga Pompéia, passando pela Nápoles do século XIX, em uma vertiginosa história repleta de traição, mistério e sangue.

Em A fazenda Blackwood, Anne Rice, em sua melhor forma, conta a história de um jovem em busca de sua verdadeira identidade. A escritora norte-americana mescla como ninguém suspense, terror e erotismo, criando um inesquecível conto de mistério, luxúria e morte.

.

FAZENDA BLACKWOOD

.

.

Cântico de Sangue

Uma história de amor e lealdade promete levar os leitores de Anne Rice de volta à Fazenda Blackwood. Em Cântico de sangue, o vampiro Lestat, volta à cena atormentado pela idéia de redenção e tomado por uma paixão inesperada pela bruxa Rowan Mayfair, outra célebre personagem da escritora. Mas para levar o romance adiante, há várias barreiras a serem superadas. A vontade de viver entre os humanos é forte, mas também são muitos os prazeres da imortalidade. Amadurecido o suficiente para tomar a decisão correta, o famoso vampiro insiste em percorrer o longo e tortuoso caminho do conhecimento nesta história repleta de suspense e erotismo.

.

CANTICO DE SANGUE

.

.

Novos Contos Vampirescos – Pandora

A história de Pandora, vampira de mais de 2000 anos, é relatada por outro vampiro, David Talbot, na Paris do século XXI. A saga começa quando Pandora era uma mortal e vivia em Roma, na época do imperador Júlio César. Ela se apaixona pelo vampiro Marius e juntos vivem um turbulento romance ao longo dos séculos.

.

pandora.

.

Novos Contos Vampirescos – Vittorio: o Vampiro

Iniciadas em 1976 com “Entrevista com o vampiro”, o livro traz a autobiografia de um ser das trevas que encontrou a morte em 1450 em Florença, quando era um garoto de dezesseis anos muito bonito. Vittorio viveu sua infância na casa de Cosimo, “o velho”, que dirigia o banco dos Medici e era mecenas de artistas como Donatello, Brunnelleschi e Michelozzo. Ali viu com seus olhos de criança o encontro entre o Papa Eugenio IV e João VIII, o Patriarca de Constantinopla, que havia vindo de Bizâncio para o Concílio de Trento. E tudo é contado com a clareza de quem devorou quatro séculos de cultura inglesa, o que permite que traduza, em suas palavras, sentimentos mais complexos com a fluência de um filme de Sylvester Stallone. Não é a toa que os livros de Rice sejam tão consumidos e aceitos em escolas ao mesmo tempo que atraem seguidores que os vêem como cult.

.

vittorio

.

.

Novos Contos Vampirescos – Lasher

Espírito que tem como objetivo se fazer carne, sentir, ter vida, através da concentração de partículas transmutadas nas células do filho de Rowan e Michel. Lasher e suas bruxas fizeram um pacto e uma promessa: ele traria todas as riquezas e lhes concederia todos os favores.

Lasher

.

.

Novos Contos Vampirescos – O Senhor de Rampling Gate

Publicado no Brasil no livro “Os 13 Melhores Contos de Vampiros”, de Flávio Moreira da Costa)

master_gate01

.

.

É pessoal, por agora é só!! Infelizmente ela realmente parou de escrever sobre vampiros em 2005, então o negócio é ler seus livros antigos.

Se souberem de alguma curiosidade ou novidade, let us know!!

Bites!!!

O+giver

Anúncios
19 Comentários leave one →
  1. Letícia Magalhães permalink
    07/12/2009 6:47 PM

    Eu me iniciei no obscuro e maravilhoso mundo dos vampiros com a Anne Rice. E só posso de dizer que tenho muito orgulho disso. Sinto falta de livros com vampiros tão distantes e tão iguais aos humanos. Sempre digo, meu verdadeiro amor vampírico é o Lestat.

  2. opositivegiver permalink
    07/14/2009 12:08 AM

    É verdade Letícia, os vampiros da Anne Rice têm características marcantes, são apaixonantes e asfixiantes ao mesmo tempo, iluminados e obscuros… sempre gostei desse mundo vampírico… e também fui iniciada com filmes como Entrevista com o vampiro, Lestat é simplesmente único!

  3. Verônica permalink
    08/23/2009 11:03 AM

    Anne Rice escreveu história únicas e consagrou os vampiros em seus livros maravilhosos. Os vampiros dela são incríveis, cada um com sua personalidade complexa e bem detalhada. É impossível ler os atuais livros sobre vampiros sem uma comparação aos da Anne Rice e consequentemente uma decepção por considerar muitas vezes ultrajante e totalmente forçada as descrições dos atuais escritores desse gênero.

  4. Elis Fulan permalink
    09/27/2009 3:37 PM

    eu tenho q concondar os escritores estão tornando os vampiros cada vez mais humanos o que chateia as vezes pq nos livros da anne vc n sabe o q esperar e nos atuais no meio da história ja se sabe o fim, e decepcionate.

  5. 10/05/2009 4:15 PM

    Rice é a rainha dos vampiros!
    Não tem nem como comparar com outro livros…
    Vc pode até achar outras livros realmente bons mas, não igual!
    Cada perssonagen se encontra em um dilema diferente, um carater diferente digno de se adimirar…. meu favorito é o Lestat, por ele ser tão complexo q me encanta!
    Tenho muito orgulho de amar o obscuro graças a Rice! 😉

  6. Letícia permalink
    10/17/2009 9:12 PM

    Não li nenhum destes livros, nem vi tais filmes, mas após esta leitura estou louca para ler e ver os frutos de uma imaginaçao tão fertil, proveniente de um dom inato.
    Vocês me convenceram!!!Parabéns para quem escreveu!!!!!!!!!!!!
    Está P-E-R-F-E-I-T-O…impressionante!!!!
    (mas não fica se achando tá…!!! )

  7. Delph permalink
    11/11/2009 4:31 PM

    Sou fã doente de Anne Rice, ninguém me aguenta! xD

    Solto frases dos personagens sempre que posso. E eu lá tenho culpa? Nunca vi algo tão sensacional e uma série que me prendesse tanto, criando quase um “mundo ideal”, sabe?

    O estilo de narrativa da Anne me inspira muito enquanto escritora amadora (quem dera eu chegar aos pés dela um dia). O Lestat é ótimo. Louis sabe mesclar o tom “choramingas” com um cinismo e até certa falsidade que impressionam. Armand é uma presença incrível na história, despertando amor e ódio em quem lê. Só lamento muito o desfecho que ela deu para a série. Não li o último livro, mas tive notícias dele.

    Enfim, sempre digo, quem quer conhecer vampiros de verdade, de tal maneira que ficam à beira do real, tem que ler as Crônicas Vampirescas.

    E vou linkar esse post no meu blog, fazer propaganda! hehehe Parabéns, o texto ficou excelente!

  8. Yasmim-Deschain permalink
    11/13/2009 11:30 PM

    Anne é divina, sem mais declarações *-*

  9. 12/24/2009 12:39 AM

    Então…
    …quem estiver com saudades dos consortes da eternidade, e daquele “climat obscur” que Anne Rice sabia criar tão bem, não pode deixar de dar uma conferida em:

    MISSIVAS & FRAGMENTOS
    http://missivasefragmentos.blogspot.com/

    …tudo gira em torno de um personagem que se comunica e deixa-se revelar através de missivas e fragmentos de memórias…

    …longe de qualquer superstição e em busca de um sentido que transcenda a eternidade, o personagem conduz o universo vampiresco para lugares totalmente inusitados…

    …o conteúdo está adornado com mitologia, filosofia e sua própria trilha musical original…

    …confiram!!!

  10. 05/08/2010 9:30 PM

    Ela é perfeita
    não é simplesmente so um conto de vampiros
    tem uma historia toda por tras,narram fatos como
    se fossem feridicos e te prendem a cada palavra

  11. mimi permalink
    06/24/2010 5:54 AM

    eu tenho os livros todos dela=)

    ainda nao comecei a ler mas desperta muito a minha atenção

    beijinhos

  12. Luciana permalink
    06/21/2011 12:28 AM

    Muito legal o teu site/blog, mas sugiro uma correção: Lasher não faz partes das Crônicas Vampirescas, ele é o terceiro livro sobre as bruxas Mayfair (A hora das bruxas, Taltos, Lasher).

  13. Gabii permalink
    11/08/2011 8:17 PM

    Gentee, ninguem quer me doar um livro:
    A hora das Bruxas (Anne Rice) – Vol 1
    A hora das Bruxas (Anne Rice) – Vol 2

    Por favor!!! “~

  14. 03/18/2012 2:36 PM

    Amo vampiros! Ane sabe deduzir eles cm ninguem, suas historias sao as melhores, bjs

  15. Esdras permalink
    04/05/2012 9:53 PM

    Na verdade, tentaram corrigir ali em cima, a respeito de Lasher, mas também esta errado.
    A ordem certa é:
    A Hora das Bruxas 1
    A Hora Das Bruxas 2
    Lasher
    Taltos.
    E não fazem parte das Crônicas Vampiresca.

  16. Tathiana permalink
    11/22/2012 7:13 PM

    putz.. dava um seriado e tanto os livros dela.. desde que fossem feitos com seriedade..

Trackbacks

  1. Indicando… « Delphine Vampirate
  2. Especial Anne Rice « Deschain, Yasmim
  3. Você Sabia? « Sucker for Vampires

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: