Skip to content

Review de Amanhecer – parte 2

11/20/2012

Gente é o seguinte. Geralmente postamos uma parte sem spoilers para motivar as pessoas que ainda não viram o filme a vê-lo. Hoje será diferente, pois estou escrevendo essa review logo após retornar do cinema então estou movida pela emoção e pelo entusiasmo de ter assistido um bom filme. Me perdoem por hoje não querer saber de enrolações. Vou direto ao ponto, pois quero falar do que vi hoje no cinema e ouvir dos leitores que já assistiram ao filme, o que acharam. O que posso dizer, apenas, sem entregar nada, é que na minha opinião foi o melhor filme da série. Ação, comédia, romance, tudo na medida certa para uma receita de sucesso.

Posso dizer que estampei um sorriso besta na cara durante todo o filme. Eu estava encantada. Os efeitos mais uma vez chamaram a atenção e de forma positiva já desde a abertura, onde tudo começa a ser tingido por um belo tom de vermelho, fazendo alusão à transformação da Bella. Eu não sei dizer, mas a sensação de ver a tela ser coberta de vermelho me trouxe uma sensação boa, como se estivesse sentindo falta daquilo nos filmes sem nem perceber.  Além disso, nada de efeito purpurina exagerado ou cabos de aço invisivelmente visíveis. Lentes de contato, que nada. Fora algumas atrizes que interpretaram vampiras do clã Denali, que parecem não ter nascido pra usar lentes de contato, o resto dos olhos cor de caramelo ou vermelhos pareciam bem reais.

Falando em clãs, um dos pontos fortes do filme foi a possibilidade de conhecermos bem cada clã amigo da família Cullen. Incrível pensar que a produção conseguiu fazer com que eles nos cativassem mesmo tendo aparecido apenas neste último filme. Digo isso, pois no primeiro filme da saga Twilight uma coisa que me chamou a atenção foi que mesmo os Cullen aparecendo o tempo inteiro, era como se a gente não conhecesse eles de fato. Aliás, a produção se redimiu quanto a isso, diga-se de passagem. Apesar de vampiros, eles estavam mais humanizados, não parecendo uns robôs esquisitos como no primeiro filme (desculpe por comparar com o Crepúsculo toda hora, mas só Deus sabe como foi duro vê-lo no cinema e me controlar para não morrer de vergonha alheia). Nunca é demais ver as piadas do Emmet, as artimanhas da Alice, o amor caliente entre o Emmet e a Rosalie e isso ficou evidenciado em Amanhecer – parte 2, mais do que nos demais.

Ainda falando sobre os clãs, fiquei feliz de terem tido o discernimento de mostrar um pouco de cada, afinal um trabalho bem feito deve ser mostrado ao mundo. Confesso que pelas imagens de divulgação do filme eu não estava botando muita fé nesses clãs, mas outra vez a produção surpreendeu. Um desses vampiros, Garret, em especial, me chamou a atenção pela atitude despachada, sensual, com uma ponta de maldade e ao mesmo tempo outra de afeto. Ele lembra muito como vampiros “deveriam” ser, ou melhor, são em muitos outros livros. Não me levem a mal, mas os vampiros de Twilight são extremamente romantizados, mesmo quando ficam brabos e partem pra briga. Isso não é ruim, apenas diferente. Mas voltando ao Garret, não sei se foi o personagem ou o ator (Lee Pace) que me cativou mais, pois eu o adoro já de outras datas. Juro que lamentei a não participação dele nos filmes anteriores. O cara deu um show de interpretação e me conquistou quase na mesma hora, ironicamente, como um vampiro que se preze deve fazer. Segue aqui uma imagem dele pra vocês verem que eu não to mentindo! O cara é foda!

 

O que é essa cara de vampiro mau e esse olhar penetrante? Isso que ele tá paradinho ali pra foto. Ver ele em ação é irresistivelmente fofo!! Ainda mais quando ele meio que se apaixona por uma das Denali e a protege na batalha contra os Volturi. Perfect!

Detalhes requintados também chamaram a atenção, como os sotaques dos vampiros de outras partes do mundo. Ouvir o vampiro Vladimir falar com aquele sotaque russo lavou minha alma. Até me permiti por um segundo imaginar como seria Dimitri Belikov na telinha hahahaha. Ok, Ok, não é hora para falarmos de outras séries (mas ai que saudade de Vampire Academy).

Aro, como sempre, fenomenal. Sua voz, histérica, em alguns momentos levou o público a rir e até mesmo a interagir com ele (quando ele desiste de lutar e convence os Volturi a recuar, a plateia se indignou com a falta de coragem do vampiro), o que foi engraçado de presenciar. Minha única ressalva, eu acho, foi quando chegaram aqueles vampiros “brasileiros” falando inglês fluente, alegando que um deles era como a Reneesme e o Aro simplesmente acredita neles! Os Cullens tiveram que dar a mãozinha pro Aro ter certeza de que não estavam mentindo, mas no outro lá ele nem questiona?Acho que faltou o Aro pedir a patinha pro outro vampiro também.

A Reneesme foi o que todos já previam, uma fofa. Ela não falou muito, mas era uma personagem de presença desde bebê (créditos para a produção, de novo, que escolheu a dedo as atrizes que a representaram).

O filme preservou bem as cenas do livro, adaptando-as respeitosamente sem assassinar a história, o que aconteceu nos primeiros filmes. O que precisava estar na telona, estava e o que não estava foi explicado de forma a não confundir a cabeça de ninguém.

Pessoalmente falando, o momento que a Bella ressurge como vampira e descobre que o Jacob teve um imprinting com a Reneesme é uma das minhas partes favoritas do livro e que me fez rir muito ao lê-lo. Admito que ansiava muito para ver essa cena no filme e valeu cada segundo de espera e medo de que fosse dar errado a adaptação. Não deu. A fúria da Bella para com o nosso querido lobisomem foi hilária e emocionante.

Aliás, como é de praxe, aproveitemos o momento para avaliar as interpretações dos personagens principais. Eles conseguiram, pessoal! Robert Pattinson e Kristen Stewart conseguiram superar as carinhas de nojo e a falta de expressão que os assombravam! Ok, eu não posso negar que em alguns momentos eu ri com algumas caras da Bella (principalmente quando o Edward olha pra ela e a chama de linda e ela com aquela cara de quem temperou a salada com vinagre demais). Além disso, não sei se ela me convenceu atuando como mãe de alguém, mas dentro de um panorama geral, eu acho que os dois evoluíram junto com os filmes desde o começo da saga.

Agora o Taylor Lautner… não sei. Acho que ele desempenhou bem o papel dele, mas não é algo que realmente chame a atenção. Acho que ele entrou bem no personagem, como Jacob ele é perfeito, mas a imagem que eu tinha do ator mudou depois que assisti “Sem Saída”, onde ele é o protagonista e pensei: Que diabos o Jacob faz perdido ali? Quem teve a chance de ver o filme deve saber do que eu to falando. Parece a mesma atuação em dois filmes diferentes. Mas como a avaliação aqui é do Amanhacer – parte 2, estrelinha pra você também, Taylor, que protagonizou um dos momentos mais cômicos do filme, quando começa a tirar a roupa na frente do Charlie pra mostrar que é um lobisomem. O cinema todo caiu na gargalhada.

Outro momento que eu aguardava ansiosamente era a cena final, em que a Bella consegue controlar seu escudo de proteção para mostrar seus pensamentos ao Edward. Foi de emocionar, pois cenas de todos os filmes anteriores apareceram e a seleção foi bem adequada. Deixem-me tentar explicar isso direito porque não quero se mal interpretada. Ao se fazer uma seleção de cenas de flashback os produtores poderiam ter escolhido cenas que o público mais gostou de ver e que mais tiveram sucesso nas telonas, mas não foi o que eu vi. Vi uma seleção de cenas que de fato a personagem Bella teria gostado de mostrar ao Edward, as cenas que realmente importaram para a personagem e que alguém com a personalidade da Bella lembraria e gostaria de compartilhar. É isso que quero dizer quando falo de respeito ao livro.

Tanto que numa das últimas cenas, se não a própria, agora me falha a memória, aparece uma citação do livro original (em papel e em inglês). Aquilo pra mim foi um fechamento excelente. Mostra de onde veio toda essa história, de uma série de livros que conta essa saga muito melhor do que qualquer filme. Uma história cuja adaptação para as telonas sofreu drásticas mudanças, porém também positivas evoluções, culminando nesse filme que a meu ver é o melhor da série. Foi quase como assistir ao livro e reviver o sentimento de quando conheci a série pela primeira vez.

Se todos os filmes tivessem sido feitos com a qualidade deste último, eu estaria totalmente satisfeita, porém só pelo fato de ver que houveram mudanças positivas ao longo da sequência, já tá valendo. Significa que houve um empenho em tornar essa criação mais adequada para os fãs da série.  Então assistam. Não fiquem com medo de colocar dinheiro fora ou perder tempo. Vergonha alheia? Que nada. Os arrepios que certas cenas arrancam de você são de emoção. Também, pudera. É o fim de um ciclo que já estava pedindo para ser fechado e que foi fechado na hora certa, de forma honrosa e com chave de ouro.

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. Jaíne^^ permalink
    11/20/2012 3:17 PM

    Aiiiiiiiiiii foi lindo. Fui assistur ontem e me surpreendi muito com o filme. Realmente foi o melhor de todos, a trilha sonora também está linda. O que foi muito engraçado tbm foi o fato de todos na sala se comoverem… Rindo, xingando e td mais. Foi muito emocionante!!! Peeciso confessar que detestei o primeiro filme mas com o passar dos filmes, foram ficando melhoresssss. Amei de verdade.

  2. Bárbara permalink
    11/20/2012 10:23 PM

    Eu amei o filme!!! Foi o melhor de todos!!! Como eu fui na pré-estréia eu tava morrendo de sono,pq nao é fácil acordar as 5 da manha, fazer prova e depois de tudo ver um filme, mas como eu nao fui sozinha e um tinha um pessoal super,hiper,mega,ultra animados no cinema que toda hora ficava gritando e as vezes eu achava q alguém tava sendo morto de tantos gritos q tinham por isso eu nao consegui dormir e também quando o filme começou meu sono até passou e a histeria ficou maior hahah. Mas o filme foi perfeito!! A trilha sonora q é uma coisa q eu geralmente nao ligo muito tava maravilhosa e a querida bela nesse filme tinha expressão :),coisa q eu achei o máximo!! Haha. Mas resumindo tudo foi o melhor filme de todos e eu amei.

  3. nick permalink
    11/23/2012 9:29 AM

    Haa gente nao assisti,vcs acreditam q na cidade onde moro nao tem cinema?? Eu tenho q pegar 2 onibos,2 horas pra chegar num shopping decente hahahahaha mas eu vou ver semana q vem e volto pra dar minha opiniao tb!! Mais se vcs gostaram vou gostar tb,to taao ansiosa!! rsrsrs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: