Skip to content

Review do Darker After Midnight – MB

04/26/2012

Darker After Midnight.  Um livro tão marcante para a série Midnight Breed da Lara Adrian.  Eu não sei se fico feliz ou triste com ele.  São muitos acontecimentos, muitas emoções e muitas surpresas.

Tudo no livro é praticamente novo, menos o amor entre os dois personagens principais, que segue a mesma fórmula dos outros, porém tudo é diferente por vários motivos que cabem a parte de spoilers.  Vamos dizer que a Tavia é especial.  Mais do que o normal para Breedmates, e o poder dela também é bem interessante.  Ela tem algo que alguns humanos também possuem, memória fotográfica, ou eidética, mas é claro que elevado a um nível sobrenatural.  Isso faz com que ela seja muito procurada, mas não necessariamente por pessoas com boas intenções.

Neste livro podemos ver mais sobre a Bloodlust, com os problema do Chase com o vício, e também o Tegan e o Lucan falam um pouco mais sobre a praga que atinge todos os vampiros da Breed.  É agonizante ler sobre a luta do personagem principal com isto.  É tão sofrido e complicado e do jeito que você se apega com esses vampiros, nunca é legal ver um deles sofrendo, quanto mais um sofrendo e dois lembrando de toda a dor que já passaram.

O final é bem final feliz, mas ao mesmo tempo é muito surpreendente.  No começo do livro o que o leitor esperaria que fosse o mais surpreendente é o mais explorado, o que foi muito bom, pois não ficaram dúvidas, e daí no meio do livro você fica com aquela dúvida: “Tá, e aí?  Qual vai ser a jogada?” e BAM!  Algo ainda maior!  Esse é o livro que muda tudo.  É nele que nós chegamos no final de uma longa jornada e a partir do próximo, o Edge of Dawn, é outra história.

Descrição:

The climactic novel in Lara Adrian’s New York Times bestselling Midnight Breed series—and her hardcover debut—Darker After Midnight invites readers to enter a thrillingly sensual world where danger meets desire.

In the dark of night, a blood war escalates within the hidden world of the Breed.  After existing in secret for many long centuries, maintaining a fragile peace with the humans who walk beside them unaware, a single act of retaliation has put the entire vampire nation at risk of discovery. It falls to the Order to stop Dragos, the power-mad vampire at the center of the conflict, before his push for domination can explode into catastrophe. At the center of the Order’s quest is Sterling Chase, once a morally rigid enforcer of Breed law, now a warrior fallen from grace, whose biggest battle is the one he wages against his own savage nature. Chase’s path to redemption has never seemed more out of reach. But when his eyes meet those of Tavia Fairchild, a beautiful witness who identifies him at the scene of a mission gone terribly wrong, Chase finds himself drawn to the woman- and convinced she is something much more than she seems.

Para comprar o livro em capa dura clique aqui.

O começo do livro me deixou bem surpresa, pois é a primeira vez na série que nós vemos um Breed realmente interagir com humanos de uma forma mais próxima, que torna essa interação necessária, já que o Harvard está preso.  E isso também serviu para mostrar o quanto eles são mais fortes que os humanos.   Quando ele quebra o vidro da sala de identificação de suspeitos lá lançando o cara que bateu na mulher pelo vidro e ele quebra as algemas, nós podemos realmente ter uma noção do tamanho da força desses vampiros.  Não que nos outros livros isso não foi mostrado, mas para mim serviu como um lembrete da potência dos vampiros.

Eu arrepiei quando ele disse o nome da Tavia!  TÃO LEGAL!!! hehehehe eu gosto do nome dela!  E logo no começo já tivemos uma amostra de qual é o poder da Breedmate da vez, a memória infalível.  É claro que o Dragos escolheria só as Breedmates com poderes utilizáveis para ajudar a sua causa para fazer experimentos com o DNA.  Assim ele teria mais armas ainda.

O casal não é o mais romântico do mundo, nem o mais provável.  Eles meio que acabam juntos por acidente e eu até achei que foi a saída mais fácil, trazer a única vampira do mundo para a Order.  Assim eles tem uma nova arma, por conta do poder dela, e ao mesmo tempo guardam a pessoa mais rara na terra.  O que mais me empolgou no livro não foi o casal, mas sim a história.  Eu confesso que nunca fui fã do Chase, bem longe disso na verdade, porque eu sempre o achei fraco.  Covarde, como ele mesmo se chama quando ele finalmente decide enfrentar os seus demônios.  Não que eu a vida dele tenha sido fácil, mas de nenhum dos guerreiros da Order foi.  Todos eles tem problemas, mas nenhum desceu tanto quanto ele.  Claro que o Tegan teve seu encontro com a Bloodlust no passado remoto, mas o problema dele era muito maior!  Ele tinha que matar a mulher.  Por mais que o Chase fosse próximo do sobrinho, não é a mesma coisa e ele não se sentia culpado pelo Cade, e sim pela Elise.  E isso sempre me irritou demais no Chase!  E ele não se redimiu o suficiente para mim ainda.

A Tavia é bem mais forte.  Considerando o período de tempo do livro, ela lidou muito bem com a descoberta que a vida toda foi uma mentira e que existe uma outra raça no mundo.  Ela se mostrou uma mulher prática, que se adapta e não tem medo de fazer o que é preciso.  É claro que todas as Breedmates da Order tem essas características, mas é justamente isso que faz com que elas sejam atraentes para estes irmãos.  Quando você tem que enfrentar tanto horror todos os dias, alguém que não aguente te segurar quando você desaba não é o que você procura.  Elas são o porto deles de fato, e a Tavia com certeza se tornou o do Chase, especialmente depois que ela provou um pouco da Bloodlust ela mesmo.

No final eu esperava que fosse ser mais difícil de pegar o Dragos e acabar com ele.  Pareceu um pouco fácil demais.  Depois de tanto tempo investindo nisso, tantos passos, tantos revés, eu esperava uma batalha mais, como eu posso explicar, mais difícil mesmo, não tem outra palavra.  Mas ao mesmo tempo eu adorei que foi justamente o bond entre um vampiro e uma Breedmate que acabou salvando tudo.  O bond não deixa de ser uma arma, ainda mais quando estamos falando de pessoas desaparecidas ou escondidas.  Lembram da Claire procurando o marido?  A Elise procurando o Tegan?  Um outro ponto que eu adorei foi que quem de fato derrubou o Dragos foi a Renata!  Ela é muito badass e sem ela, eles nunca teriam arriscado a Tavia para acabar com o Dragos, mas com o poder da Breedmate eles conseguiram acabar com o reinado de terror do vilão dos últimos 10 (é isso mesmo? 10?) livros.

O que eu menos gostei da história toda foi a exposição da Breed para os humanos.  Eu achei forçado e nada original.  Quantas séries já tratam desse assunto?  Só a SVM, que provavelmente é a mais famosa, já faz de um jeito tão legal, é um risco muito grande tomar essa direção.  E isso só se agrava se considerarmos que o próximo livro passará 20 anos para frente, ou seja, nem vamos ver muito do início, da adaptação dos humanos a esta nova raça, que eu acho que seria o ângulo mais novo e interessante a se tomar.  Eu não quero julgar os futuros livros, é claro, e eu acredito que mesmo assim eles serão muito legais, mas não me agradou essa direção.

Um ponto extremamente positivo que eu vejo nessa parte é que os personagens vão se renovar.  Nós provavelmente vamos ter a chance de ver os filhos dos vampiros que já amamos em ação.  Sangue novo de fato.  Mas eles não estarão velhos, o que pode levar a situações interessantes, já que os pais provavelmente ainda vão estar lutando lado a lado dos filhos, isso se esses decidirem se juntar a Order.

Nem preciso dizer que o Darker After Midnight é indispensável para todos que acompanharam a série até agora.  A Lara encerra um grande capítulo com este livro e em partes é bom e simultaneamente eu vou sentir saudades.  Agora é esperar a história da Mira!

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: