Skip to content

Review de A Taste of Midnight – MB

12/15/2011

Eu li em uma hora e meia o conto que a Lara Adrian escreveu para o natal, o A Taste of Midnight.   Ele não é muito longo, mas não é por isso que foi tão rápido de ler, foi porque a história realmente te prende!

Mais simples que um livro normal, também para a contagem menor de palavras dar certo, o conto é tão envolvente quanto um livro, isso porque a Danika é uma personagem excelente.  Forte, segura de si, corajosa, e ainda por cima com um dos melhores talentos que uma Breedmate pode ter.

O Malcom também é bem legal, apesar de ser um tanto quanto previsível.  Mas ele é escocês, só aí ele já me ganhou.  Ah!  E o conto se passa na Escócia.  Eu sabia que eu ia amar o conto aí!

Mas o que eu realmente gostei foi a ligação com o passado remoto, de séculos atrás e que volta com tudo para o presente.  E também o fato de que a Danika, que era tão devotada ao seu mate, Colan, e agora age do mesmo jeito com o filho, Connor, tem uma chance de ser feliz novamente.

Descrição:

For fans who have been been waiting to devour Darker After Midnight, as well as new readers tempted by the seductive thrills of her Midnight Breed novels, New York Times bestselling author Lara Adrian offers up a tantalizing appetizer in A Taste of Midnight. In this spellbinding eBook novella of otherworldly desire, a woman whose destiny was born from a blood kiss discovers that second chances do come . . . even for immortals.

A shimmering holiday gala lights up an ancient castle in the Scottish Highlands, but beautiful widowed Breedmate Danika MacConn feels alone in the crowd. Even among the friends and festivity of the Darkhaven celebration, she can’t forget her lost love, a fallen warrior of the Order. Her brief return to her mate’s homeland has become treacherous after rejecting the advances of a dangerous Edinburgh crime boss with a taste for blood sport.

As Danika seeks to expose the vampire and his dark trade, she discovers an unexpected ally in his forbidding, enigmatic henchman, Brannoc, a man who exudes heat, danger, and dark menace–and seems somehow achingly familiar. Bran has his own reasons for wanting to keep Dani out of his employer’s business . . . and his own secrets he means to keep buried. The last thing he needs is to get tangled up with a woman who tempts the wildest part of his Breed nature–especially when that woman is Danika MacConn, the one woman capable of bringing him to his knees.

Contains a preview of the hotly anticipated nightcap of Lara Adrian’s Midnight Breed series, Darker After Midnight!

Para comprar clique em um dos links abaixo.  Lembrando que não precisa ter um ebook reader para ler.  Você pode ler o ebook no próprio computador, é só baixar um programa apropriado.

Amazon Kindle
Barnes & Noble NOOK
iTunes / iBooks
IndieBound ebooks

Para mim foi muito interessante ver um tema que nós já conhecemos, o Blood Club, re-aparecer.  Quando ele apareceu da primeira vez foi dito que era uma prática muito comum entre os vampiros mais desprezíveis da Breed e eu sempre esperei que fosse aparecer de novo.  E nesse conto foi perfeito, pois os leitores de Midnight Breed já conheciam a prática e não houve a necessidade de explicar tudo de novo, e mostrou claramente que o vilão da vez não tem escrúpulos.

Outro ponto “repetido” que eu gostei foi o fato da Dani e do Mal já se conhecerem antes e já terem sentido algo um pelo outro antes.  Isso tornou o conto mais acreditável e o novo casal, que surgiu de uma forma mais rápida que o normal, mais provável.  E é claro que a lembrança do Colan continuou intacta, o que também me agradou.

O Mal não se juntar a Agency foi uma surpresa boa.  Não seria legal que a Danika tivesse que viver com o medo de perder outro mate para a vida perigosa que os guerreiros levam.  E eu fiquei impressionada por ela ter a coragem de falar isso para ele e por ele perceber o quanto isso era importante para a Breedmate.

É uma história perfeito para o final do ano.  É bonita, com vampiros, sangue, um casal em sintonia, sexy as hell, e com um bêbe fofo!  Não tem como não gostar desse conto, a não ser pelo fato que ele podia ser bem maior!

4 Comentários leave one →
  1. Christina Cruz permalink
    12/16/2011 3:54 AM

    Pena que foi tão curto, realmente uma grande pena.
    Mas inegavel o talento da escritora, algumas pessoas cismam em comparar os vampiros de Adrian e Ward.
    Acho bobagem, a discussão de quem é a melhor ou quem lançou o trabalho primeiro. Só quem ganhou em diversidade e escolha foi o publico.

  2. Rosana permalink
    12/16/2011 7:31 AM

    Oi, tudo bem?

    Este conto já foi traduzido?

    [].,
    Ro

  3. Sucker For Vampires permalink*
    12/16/2011 11:09 AM

    A editora que está lançando os livros no Brasil tá ainda no terceiro se eu não me engano, então eu acredito que ainda não…

  4. Adriana permalink
    12/17/2011 9:25 AM

    Tomará que a Universo dos Livros traduza… até agora a editora foi super fofa com os leitores, pedindo opiniões sobre os livros e respondendo as dúvidas na medida do possível… tomará que continue assim, pois com isso todos saem ganhando: a editora com leitores fiéis e o público satisfeito…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: