Skip to content

Review Relações de Sangue de Martha Argel

08/09/2010

Eu li o livro Relações de Sangue, da escritora brasileira Martha Argel, e devo confessar que me surpreendi!  Eu não esperava que fosse gostar tanto, esse é o primeiro livro dela que eu leio.

A Little uma vez me disse eu tenho problemas para ler em português.  Eu explico, é que eu não consigo relacionar as coisas fantásticas com os lugares aqui do Brasil, eu não sei porque, eu sou estranha, eu sei, mas o legal do livro Relações de Sangue é que apesar de se passar em São Paulo, e ter lugares famosos ela não se prende a descrever tais lugares, como eu já vi acontecer com outros escritores, e ai vc fica com a sua própria imagem do lugar de quando vc visitou e não a visão do autor.  A grande atração dos livros para as pessoas é justamente que vc pode imaginar e não simplesmente olhar uma foto e a Martha foi a primeira autora contemporânea brasileira que eu li e que conseguiu me deixar livre para lembrar do Masp por exemplo, ao invés de simplesmente falar “é assim, com isso aqui ali e aquilo outro acolá”.  Eu achei muito bom esse estilo de escrever que dá liberdade ao leitor de imaginar.

O mesmo ocorre com os personagens.  Não há descrições até da nuance de tom da cicatriz do umbigo do personagem tal, ou da cor da renda de não sei onde da calçinha da moçinha.  Eu gosto de livros descritos, mas chega uma hora que eu penso “ok, chega né?”, e a grande sacada de descrições menos detalhadas é que é mais fácil vc se colocar no lugar da primeira pessoa.

O livro é narrado a partir do ponto de vista da Clara, uma tradutora de cerca de 30 anos, que já conhece uma vampira, a Lucila (que eu adorei), e acaba dando de cara com Daniel na sua porta uma noite, um vampiro de programa moreno, alto e sensual.  É claro que nem tudo são flores senão não haveria o livro não é mesmo?

Os personagens são bem construídos, apesar de ainda não vermos muito deles e os vampiros extremamente misteriosos.  O livro deixa bastante coisa em aberto, várias histórias que podem ser desenvolvidas.  Eu particularmente fiquei muito curiosa sobre várias coisas…

Uma das características dos vampiros me lembrou uma série de livros não-vampiresca da Brenda Joyce, a Master of Time.  No Relações de Sangue o vamvilão (vampirão+ vilão) mata suas vítimas sugando o prazer que elas sentiram quando foram mordidas previamente por outro vampiro, no caso o Daniel.  Ele as força a reviver esse prazer e se alimenta justamente dele, as assassinando no processo.  Bom, na série Masters of Time, os demônios matam as inocentes exatamente assim: sugando o prazer sexual delas até que não sobre nada da moça, ou qualquer outro inocente.  É aí que as semelhanças param, tem toda uma história por trás da séries dos Highlanders, mas eu não vou entrar em detalhes aqui (só uma dica, a série é hot hot hot e para mais informações clique aqui).  Eu achei engraçado, já que logo que entendi que era assim que a mulherada estava morrendo eu lembrei da série!  Mas eu devo dizer que eu não me incomodaria se fosse além só da manipulação mental do Vampirão o “roubo” do prazer da Clara.

A Lucila é demais!!!  É exatamente o tipo de vampira que eu gosto!  Ela faz muitos jogos com a Clara e quer morder a amiga e barganha informação por sangue!  Adorei ela!  Vampiro pentelho é tudo!  Adoro!

O Daniel que eu achei que podia ser mais cafajeste!  Ele foi muito tranqüilo no livro inteiro e eu esperava mais ação dele.  Mais presas, mãos, sensualizadas, enfim, para um vampiro de programa eu esperava mais ação!

Uma crítica que eu tenho é que eu achei que a história passou demais no apartamento da Clara.  Podia ter sido mais trabalhada fora da casa e em alguns outros lugares, achei meio estranho os vampiros ficarem constantemente lá, mas até que é compreensível.

O Estevão me irritou absurdo!!!  Cara chato e folgado!!!  E ainda por cima mentiroso!!!  Tinha que ser humano ¬¬ (não gosto de qualquer humano).  Mas eu já suspeitava que ele sabia algo dos vampiros porque ele estava muito protetor e muito irritadinho com a Lucila e com o Daniel.  Agora resta saber como que isso aconteceu.  A explicação do livro foi muito pouco para o meu gosto.

O Vampirão como vilão foi um pouco passivo demais para o meu gosto.  Eu esperava que ele fosse mais atrás, causasse mais problemas

O final é muito surpreendente!!!  Eu não esperava que ela matasse o Daniel!!!!  Fiquei totalmente 😮 OMFVG!  Como assim o vampiro de programa gostosão morre?!?!?!  Tá, tudo bem ele tava matando a Clara, mas mesmo assim!!!  Fiquei chocada!

Resumindo, eu gostei bastante do livro e indico e espero muito que tenham outros!  Para comprar o livro, clique aqui.

Ao longo de toda a Bienal, Martha Argel (que é super legal e simpática e sabe MUITO sobre vampiros) estará conversando com os leitores e autografando Relações de Sangue. Acompanhe dias e horários pelo Twitter da autora.

Aqui vai a programação:

Dia 13 de agosto

15:00 – Salão de Ideias: Por que o mito do vampiro continua vivo

Bate-papo com Martha Argel, Giulia Moon e André Vianco

19:00 – Martha Argel autografa Relações de Sangue

Local: Giz Editorial, estande N30

Dia 21 de agosto

16:00 – Martha Argel autografa Relações de Sangue

Local: Giz Editorial, estande N30

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. Laila permalink
    08/10/2010 11:28 AM

    Olá,
    Adoro seu blog. Leio sempre as novidades, mas sempre “em silêncio”, nunca deixando comentários.
    Sei lá, timidez? Talvez…
    Bom, entendi, pelo início do seu post da Martha Argel, o porquê de vc nunca ter citado o André Vianco e sua séries sobre vampiros em seu site.
    Cheguei a achar que era marcação com o cara – rêrêrê
    Acho ele Formidável, um contador de estórias duca.
    Mas, por ser realmente detalhista e apaixonado pelos lugares do nosso Brasil Brazuca, ele não se encaixa no seu gosto.
    Agooooora, entendi.
    Achei legal a forma com que vc conseguiu descrever, inclusive, algo que vc não gosta, respeitando as diferentes opiniões de seus leitores – mostrou grande maturidade, gostei mesmo.
    Acho que foi isto exatamente que me fez estrear nos comments por aqui. Captou minha atenção.
    Bom, foi só uma mensaginha de nada, para estréia no seu blog.
    Mas, não ache que, por ser acanhada, gosto menos dos seus posts, nananinanão.
    Gosto pracas daqui, salvo o SFV em meus Top Sites e te visito todos os dias, no duro!
    Beijos grandes e parabéns mais uma vez, pela paixão, pela facilidade de expressar simpatia e pela seriedade com que vc trata o blog, e, é claro, pelo bom gosto (Eric Bite “Us” ALL – OMG!!!!!)

  2. Juliinha permalink
    08/10/2010 8:49 PM

    Laila vc falou tudo oq em horas minutos ate dias naum conseguia expressar em um discurso, realmente acho este blog super legal e super boom fico sabendo das novidades de pessos com um “leve” vicio sobre vampiros sabem e fico mais atualizada no mundo vampiresco…
    o site eh mto boom msm sucker…
    bjs ;x

  3. Sucker For Vampires permalink*
    08/10/2010 11:45 PM

    Que bom que gostaram! Eu gosto de livros brasileiros, mas a maioria dos que li são os clássicos da literatura que são no passado, então a qualidade de imaginar os lugares continua lá, é diferente de hoje em dia.
    Eu á li André Vianco sim, mas não gostei muito do livro q li. Na verdade eu adorei o meio do livro, mas o começo e o final me irritaram… hehehe como eu só li um livro não posso opinar muito, por isso nem postei.
    E pode continuar comentando Laila! Adoro comentários! 😀

Trackbacks

  1. Amores Perigosos da Martha Argel será lançado na Bienal do Rio « Sucker for Vampires

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: